facebook  Twiter  GooglePlus In Youtube

Devoluções de produto: não deixe que seus códigos lhe desapontem

Brasil Tecnología

James Wolff, Gerente de marketing global da Videojet Technologies, examina as devoluções de produtos, o impacto que eles podem ter em uma empresa e como a codificação avançada e os sistemas de marcação podem ajudar a reduzir os riscos.


No setor de alimentos e bebidas, as expectativas de qualidade são justificavelmente altas globalmente, e as de codificação e marcação certamente não são uma exceção. As autoridades normativas mundiais estão exigindo informações e codificação cada vez mais precisas nas embalagens, e as marcas e os consumidores também estão fazendo essa exigência. Os fabricantes não têm nenhuma escolha que não seja acatar a essas demandas, mas é de seu interesse fazê-lo. Em uma pesquisa recente realizada pela Videojet, foi revelado que mais de 70% dos erros de codificação podem ser atribuídos a erro do operador, e esses erros podem ter um grande impacto em um negócio, financeiramente e em termos de reputação – que estão intrinsecamente vinculados.

Os produtos codificados de forma incorreta que entram na comercialização da cadeia de suprimentos podem ter consequências muito graves. Em primeiro lugar, e mais importante, há risco para os consumidores. As informações sobre alérgenos podem estar incorretas, por exemplo, o que poderia levar a riscos de saúde graves para o consumidor. Se as datas de validade estiverem incorretas, pode haver instâncias de produto indo além do estado em que é seguro consumir, o que posteriormente comprometerá a saúde pública. Em segundo lugar, de uma perspectiva de negócios, os reguladores podem impor enormes penalidades e multas para produtos rotulados incorretamente. Os efeitos negativos que uma devolução teria na confiança que os consumidores têm em uma marca podem ser ainda mais caros.

Nos casos de grande importância, em que produtos tiveram de ser retirados, o número de vendas despencou não apenas devido à indisponibilidade temporária do produto, mas também porque os consumidores escolheram trocar de marca devido à falta de confiança. Relatórios negativos podem ser difundidos com rapidez, principalmente considerando o acesso às mídias sociais no mundo digitalmente orientado de hoje. Pode ser muito difícil conter as informações depois de elas serem divulgadas nas múltiplas e mais variadas plataformas disponíveis.

Nos casos em que um produto não atingiu a comercialização da Cadeia de Suprimentos, os erros de codificação ainda têm o potencial de causar grandes danos financeiros. Os custos associados aos produtos de sucateamento ou retrabalho que foram codificados incorretamente têm um impacto direto em linhas de resultados dos fabricantes e podem ser evitados usando codificação avançada e sistemas de marcação em conjunto com o software de segurança do código.

Adotar uma abordagem proativa para a segurança do código

Em outra pesquisa realizada pela Videojet, muitas empresas de mercados de comércio de bens de consumo (FCMG) relataram encontrar erros de codificação em intervalos regulares – alguns com a frequência de uma vez por dia. Para reduzir esses casos, ou eliminá-los, várias medidas podem ser tomadas.

Treinar novamente a equipe e realizar verificações cruzadas antes de se comprometer a um trabalho são respostas comuns. No entanto, a fim de ter um impacto real, é preciso adotar soluções que proporcionem precisão automatizada, ao mesmo tempo que reduz o risco de erro humano, por meio de interação reduzida.

É neste momento que o software avançado entra na equação. Como a maioria dos erros de codificação ocorre como resultado de uma seleção de trabalho ou entrada de código incorreta, remover os elementos mais importantes desse processo do operador faz uma diferença significativa. Reconhecemos que a remoção completa do operador não é possível, mas é viável restringir sua entrada a formatos predefinidos e escolhas de conteúdo, reduzindo o risco de erros. As regras de codificação predefinidas automatizam grande parte do processo de criação de mensagem, minimizando as entradas diárias do operador, garantindo que qualquer interação do operador necessária está em conformidade com as políticas e a lógica relacionadas ao trabalho específico.

Para facilitar isso, a interface de usuário da impressora pode ser projetada com vários recursos, incluindo configurações inteligentes que garantem que as datas de validade estejam vinculadas corretamente. Por exemplo, quando uma data de validade é selecionada, a data de validade correta pode ser gerada automaticamente. Os dados também podem ser limitados a listas suspensas para evitar chaves de impressão incorretas e os campos obrigatórios podem ser solicitados antes de permitir que um operador inicie um trabalho. A criação de mensagens também pode ser removida da área de produção inteiramente, deslocando a tarefa para um local central. Nesse local, uma pessoa responsável com o treinamento necessário pode tirar esse encargo da confusão do ambiente de produção.

Qual tecnologia é ideal para a sua empresa?

A segurança do código é processada de forma ineficiente se a tecnologia de código não estiver otimizada para o material da embalagem e o ambiente de produção. É essencial fazer a aplicação certa para seus produtos desde o início. Para conseguir isso, é altamente recomendado trabalhar com fornecedores especializados, pois eles serão capazes de fornecer orientação em todo o projeto. Em primeiro lugar, é preciso ter uma compreensão de como a linha está funcionando antes de realizar testes extensos em substratos de embalagem. Em seguida, determine se é melhor uma impressora a Laser ou de jato de tinta contínuo (CIJ), por exemplo, ou qual tinta será mais adequada para a embalagem.

Para formatos de embalagem como sacolas e bolsas, caixas de papelão, frascos e latas, a escolha frequentemente fica entre as impressoras de jato de tinta, impressoras de transferência térmica (TTO), jato de tinta térmico (TIJ) e a Laser. A CIJ é uma aplicação baseada em fluido, que possibilita impressão sem contato de até cinco linhas de texto, códigos de barras lineares e 2D ou gráficos, impressos em diversos tipos de embalagem, incluindo embalagem estacionária por meio de sistemas de movimentação. Foram desenvolvidas diversas tintas de grau alimentício para garantir que os requisitos normativos possam ser atendidos sem comprometer a qualidade do código, bem como líquidos que são capazes de suportar altas temperaturas. Os codificadores a Laser não usam suprimentos e funcionam ao remover a camada de substrato para criar um código ou marcação.

Além de CIJ e Laser, estão disponíveis também as tecnologias de impressoras de transferência térmica (TTO) e de jato de tinta térmico (TIJ). A TTO é mais popular para impressão em filmes flexíveis e pode produzir códigos de alta resolução sem o uso de solventes, um benefício popular em setores de alimentos e bebidas. A TIJ prevalece onde são usadas caixas de papelão. Ela fornece impressão de alta resolução baseada em tinta com um design compacto. Isso permite uma integração simples em linhas onde o espaço é caro.

Finalmente, para a rotulação da caixa externa, há aplicações de marcação de grandes caracteres (LCM) e impressão de rótulos e aplicação (LPA). Ambas podem criar códigos de alta qualidade, projetados para atender ao rigor da cadeia de suprimentos. Quando as devoluções de produtos são necessárias, seja qual for o motivo (um contaminante pode ter sido encontrado em um determinado lote, por exemplo), esses códigos secundários são fundamentais para localizar os produtos rapidamente ao longo da cadeia de suprimentos.

Mesmo que o treinamento da equipe da linha de produção tenha a intenção mitigar o risco de uma devolução de produto relacionada ao código, uma mudança para a automação certamente fornecerá muito mais tranquilidade, assim como um controle claro dos eventos em termos de dados da linha de produção. A segurança do código é a chave, e por meio de adoção de uma combinação de software altamente avançado e codificação de alta qualidade, os fabricantes podem ter a certeza de que seus códigos não causarão desapontamentos.

Suscribase Newsletter semanal packaging

Nuevos Productos

logo

|